Curiosidades

09 de outubro na história: Morre Emílio Garrastazu Médici

Médici foi um dos presidentes do Brasil no período militar

No dia 9 de outubro de 1985 morria, no Rio de Janeiro, o ex-presidente do Brasil Emílio Garrastazu Médici. Ele faleceu aos 79 anos, no Rio de Janeiro, vítima de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Nascido no dia 4 de dezembro de 1905 em Bagé (RS), Médici era o comandante da Academia Militar de Agulhas Negras em 1964, ano do golpe que deu início ao governo militar no Brasil. Depois, foi nomeado adido militar nos EUA e, em 1967, ocupou a chefia do Serviço Nacional de Informações (SNI). Em 1969, foi nomeado comandante do 3o. Exército, em Porto Alegre.

Com o afastamento definitivo do presidente Costa e Silva, foi escolhido por uma junta militar para assumir a presidência da república por um mês. Médici, contudo, exigiu que na sua posse fosse reaberto o Congresso Nacional. Com o seu pedido aceito, em 25 de outubro de 1969 foi eleito presidente da república por uma sessão conjunta do Congresso Nacional.

Apesar de ter prometido que durante o seu governo seria restabelecida a democracia, sua gestão foi considerada uma das mais repressoras do Brasil. Tanto que houve denúncias de tortura, morte e desaparecimentos de presos políticos ao longo da 1970. No governo Médici foram reprimidas as guerrilhas de esquerda rurais e urbanas, assim como as manifestações populares.

Se no campo da liberdade o governo Médici deixou a desejar, o mesmo não se aplica à economia. Nesta época, o Brasil viveu o período conhecido como “Milagre econômico” – crescimento econômico recorde, inflação baixa e projetos desenvolvimentistas. Defensor do patriotismo, também é do governo de Médici a campanha publicitária com o slogan “Brasil, ame-o ou deixe-o”. Outras ações de destaque de Médici foram o acordo com o Paraguai para construção da Usina de Itaipu, o Plano de Integração Social (PIS) e o Programa de Assistência Rural (Prorural). Ainda foi promovida uma grande campanha de alfabetização de adultos por meio do Mobral. Contudo, apesar de a economia ir bem, o Brasil seguia com a miséria da população e a grande desigualdade social.

 

Fonte: History.com

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios