Curiosidades

13 de abril na história: É assinado o Pacto nipônico-soviético, que garantia a paz entre japoneses e soviéticos durante a II Grande Guerra

O pacto deu fôlego para os soviéticos darem foco total para os nazistas e os japoneses puderam avançar com força máxima contra os britânicos franceses e holandeses

Foi assinado em 13 de abril de 1941 o Pacto nipônico-soviético. Esse era um pacto de não-agressão entre os japoneses e os soviéticos. O tratado veio dois anos após uma breve guerra de fronteira soviético-nipônica.

O pacto foi visto com bons olhos, já que ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial. Soviéticos e japoneses não precisavam se preocupar um com o outro. Sendo assim, os soviéticos puderam se dedicar em confrontar os nazistas. Enquanto isso, os japoneses focaram em avançar pelas posses britânicas, francesas e holandesas.

No entanto, em abril de 1945, a União Soviética declarou que não renovaria o acordo. Quatro meses depois é realizada a Operação Tempestade de Agosto. A operação foi a grande ofensiva terrestre dos soviéticos contra os japoneses, instalados no estado fantoche de Manchukuo. O ataque apressou a rendição dos japoneses na guerra. A Operação Tempestade de Agosto contou com cerca de 1,5 milhão de soldados soviéticos onde 12.031 morreram. Do lado japonês haviam cerca de 750 mil homens e 21.389 morreram.

Além do ataque dos soviéticos, a bomba atômica lançada pelos Estados Unidos fez que o Japão não encontrasse outra saída a não ser a rendição.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios