Curiosidades

15 de abril na história: O Titanic afundou levando consigo mais de mil vidas

Na época, o navio era o maior, mais luxuoso e mais seguro do mundo

Na madruga de 15 de abril de 1912, o mais luxuoso e seguro navio do mundo, naufragava. Partindo da Inglaterra, rumo aos Estados Unidos, o Titanic nunca conseguiu concluir sua primeira viagem. O Titanic tinha em torno de 2.200 pessoas quando atingiu um iceberg, por volta das 23h do dia 14 e as 2h da manhã ele afundou completamente.

Durante aquela noite, o Titanic recebeu vários avisos de que avisa gelo no mar. No entanto, estava em velocidade máxima quando avistaram o iceberg. O navio foi incapaz de desviar e a colisão foi inevitável.

Mensagens de ajuda foram enviadas enquanto os passageiros eram colocados em botes salva-vidas. Entretanto, os botes do Titanic eram para viagens curtas entre o navio e outras embarcações próximas, não eram feitos para levar grandes quantidades de passageiros de uma só vez. Isso, com a má gestão na evacuação resultou que muitos barcos foram lançados ao mar, com espaço para outros passageiros que acabaram ficando no navio.

Devido tudo isso, mais de mil pessoas ficaram no navio. Em desespero a maioria pulou na água, morrendo afogados ou de hipotermia, devido ao frio.

Uma hora e meia depois, chegou a primeira ajuda. Quando o navio de passageiros britânico, Carpathia, recebeu a mensagem de ajuda, ele estava a 100 quilômetros do local. As 9 da manhã do dia 15, o último sobrevivente foi resgatado.

O desastre causou grande indignação devido à má gestão do navio. A falta de botes salva-vidas e a diferença de tratamento entre os passageiros das três diferentes classes durante a evacuação, levou ao estabelecimento da Convenção Internacional para a Salvaguarda da Vida Humana no Mar (SOLAS em inglês). A Convenção ocorreu em 1914 e regulamenta a segurança marítima até hoje.

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios