Curiosidades

19 de agosto na história: A Embraer é fundada

A empresa nasceu graças a necessidade do governo de implementar a indústria aeronáutica no país.

Em 19 de agosto de 1969, era fundada a Empresa Brasileira de Aeronáutica (Embraer). A empresa nasceu como uma iniciativa do governo dentro de um projeto estratégico para implementar a indústria aeronáutica no país. Inicialmente, ela era uma sociedade de economia mista vinculada ao Ministério da Aeronáutica.

Na época, havia a necessidade de se obter um avião de propósito geral, para uso civil e militar, que seria utilizado no transporte de cargas e passageiros. Assim promoveu-se estudos para a criação de uma nova aeronave de baixo custo operacional, capaz de ligar regiões remotas e com pouca infraestrutura.

Coube a uma equipe do Centro Técnico Aeroespacial, liderada inicialmente pelo projetista francês Max Holste, com a supervisão do engenheiro aeronáutico Ozires Silva, a missão de desenvolver o produto. O projeto do avião Bandeirante, que foi originalmente chamado de IPD-6504, teve início em 1965 e se desenvolveu durante três anos, até o primeiro voo, em 22 de outubro de 1968. Esse foi o embrião da Embraer, que foi oficialmente criada no ano seguinte, tendo Ozires Silva como primeiro presidente.

Em maio de 1971, a Embraer iniciou a produção em série do Bandeirante, fazendo sua primeira entrega em 1973. Na ocasião, a Força Aérea Brasileira havia encomendado oitenta unidades da aeronave. Durante as décadas de 1970 e 1980, a empresa conquistou importante projeção nacional e internacional, tendo como principais produtos, além do Bandeirante, os aviões Xingu e Brasília.

O final da década de 1980 foi marcado por uma grande crise financeira que abalou a economia do Brasil e atingiu em cheio a Embraer, que quase fechou. Em 1991, Ozires Silva foi convidado a voltar à presidência da empresa e a conduzir seu processo de privatização. Em 1994, durante o governo de Itamar Franco, a empresa foi leiloada.

Alguns anos após ser privatizada, a Embraer passou a ser a terceira maior fabricante de jatos comerciais do mundo. Atualmente, a empresa produz aviões comerciais, executivos, agrícolas e militares, além de peças aeroespaciais. Em 2018, a Boeing adquiriu 80% da divisão de aviação comercial da empresa.

 

Fonte: History.com

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios