Curiosidades

19 de outubro na história: Nasce o poeta Vinicius de Moraes

Moraes também é considerado um dos pais da bossa nova

No dia 19 de outubro de 1913 nascia Vinícius de Moraes, um dos maiores poetas e compositores da música brasileira. Natural do Rio de Janeiro, ele foi também diplomata, dramaturgo e jornalista.

Apelidado de “poetinha” por Tom Jobim, tinha fama de boêmio e de grande conquistador, tanto que se casou com nove mulheres. Sua produção artística é grande e variada, com criações musicais, teatrais, literárias e cinematográficas. Entre seus grandes parceiros estão Tom Jobim, Toquinho, Baden Powell, João Gilberto, Pixinguinha, Carlos Lyra e Edu Lobo. Também era amigo de outros escritores e poetas como Manuel Bandeira, Carlos Drummond, João Cabral de Melo Neto e Pablo Neruda.

Por conta de sua carreira diplomática, morou em Los Angeles, onde estudou cinema com Orson Welles e Gregg Toland, em 1947. Mais tarde, em 1958, deu início ao movimento da bossa nova com o LP Canção do Amor Demais, com músicas suas e de Tom Jobim, cantadas por Elizeth Cardoso. No disco, destaque para a batida inovadora do violão de João Gilberto. Entre as canções, está “Chega de Saudade”, que marcou o início do novo estilo musical brasileiro, que ganharia fama internacional. Em 1959, lançou o LP Por Toda Minha Vida, outra parceria com Tom Jobim, interpretado pela cantora Lenita Bruno. No mesmo ano, o filme Orfeu Negro, que teve Vinícius de Moraes como roteirista, ganhou a Palma de Ouro em Cannes e o Oscar de melhor filme estrangeiro.

Em 1962, ele, Tom Jobim e João Gilberto fizeram um show no Rio onde foram lançados grandes sucessos como “Garota de Ipanema” e o “Samba da bênção”. Tempos depois, em um outro show na capital fluminense, montou a peça “Pobre menina rica”, que lançou a cantora Nara Leão. Dois anos depois, fez show de grande sucesso com o compositor e cantor Dorival Caymmi, na boate Zum-Zum (no Rio), onde lançou o Quarteto em Cy. Em 1967, ocorreu a estreia do filme Garota de Ipanema e, em 1969, foi exonerado do Itamaraty.

Quando voltava de uma viagem da Europa, em 1979, sofreu um derrame cerebral no avião. No ano seguinte, morreu no dia 9 de julho, de edema pulmonar, no Rio de Janeiro.

 

Fonte: History.com

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios