Geral

272 pessoas morreram na Indonésia devido a contagem manual de milhões de votos

Pela primeira vez o país fez as eleições de presidente e parlamentares juntas. Os funcionários morreram de cansaço

Mais de 270 funcionários que trabalhavam nas eleições gerais da Indonésia faleceram durante a contagem dos votos. As mortes foram principalmente por cansaço devido a contagem manual dos milhões de votos.

Arief Priyo Susanto, porta-voz da Comissão Geral de Eleições (KPU), disse que 1.878 outros funcionários ficaram doentes.

Funcionários trabalharam durante noites em condições sufocantes.

O país possui 260 milhões de habitantes. Essa foi a primeira vez que ocorreram as eleições do presidente e dos parlamentares ao mesmo tempo. A decisão foi para economizar dinheiro.

Cerca de 80% dos 193 milhões de eleitores votaram em mais de 800 mil seções de votação.

O grande número de cédulas agravou a situação dos trabalhadores temporários que, diferentemente dos servidores públicos, não passam por exame médico antes de começar a trabalhar.

A comissão eleitoral da Indonésia planeja compensar as famílias sobreviventes em 36 milhões de rupias (cerca de US$ 2.500) por cada trabalhador morto. A quantia equivale a um ano de salário mínimo no país.

 

Fonte: G1 e BBC

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios