Política

A ditadura da toga afronta a nação brasileira

A quem interessa urnas inauditáveis e apuração secreta? Para quem o STF trabalha?

Dizem que a corda está esticando, mas a meu ver ela já arrebentou faz tempo. A censura imposta pelo Judiciário brasileiro faz o país se enquadrar num Estado de Exceção no qual não há mais garantias constitucionais primordiais para uma nação democrática, pois não pode haver democracia sem que haja liberdade de expressão. É evidente que já vivemos sob um regime ditatorial, o da toga, como diria Rui Barbosa, a mais difícil de se livrar porque não há a quem recorrer.

Todos nós que estamos exercendo alguma militância conservadora nas redes sociais já experimentamos sucessivos bloqueios apenas por expressar opiniões que não agradam a esquerda maligna, politicamente correta, que hoje usa seu poder para calar aqueles que ousam dizer o que os olhos ainda insistem em enxergar e o cérebro a concatenar.

Ontem acordamos com a notícia de que o Tribunal Superior Eleitoral – TSE determinou a suspensão da monetização de canais que ousaram questionar a segurança das urnas eletrônicas. A quem interessa urnas inauditáveis e apuração secreta? A quem interessa uma eleição sem nenhuma transparência? Apenas aos ditadores que querem se perpetuar no poder induzindo o povo a pensar que está escolhendo seus representantes. E o TSE, o órgão que deveria ser o primeiro a zelar pela lisura das eleições, manda calar os poucos jornalistas que ainda lutam em defesa da verdade, cortando os meios que os sustentam.

Esses canais de comunicação independentes não recebem dinheiro público, como a velha mídia, e são bancados pelas contribuições de seus simpatizantes. Ainda que o Governo Federal tenha reduzido a verba publicitária para os grandes canais, os governos estaduais e prefeituras, compromissados com a agenda comunista, tentam compensar de alguma maneira essa perda de receita. Além do mais, pelo serviço imundo que estão prestando, é muito provável que estejam recebendo dinheiro dos chineses. No caso de algumas dessas empresas, a verdade já veio à tona.

O jornalista Oswaldo Eustáquio, que teve um prejuízo irreparável de saúde, sendo preso ilegalmente e ficando paraplégico na prisão, agora solto com três crianças para sustentar, foi um dos censurados pelo TSE, junto com o Terça Livre, de Allan dos Santos, o Jornal da Cidade Online e tantos outros que têm cometido o “crime” de mostrar os fatos que apontam para a insegurança de um sistema eleitoral que já foi inclusive hackeado.

Além dessa notícia bizarra, outra manchete é de disparar o coração: “STF manda investigar Polícia Civil por combater traficantes nas favelas”. O ministro Edson Fachin determinou que o Ministério Público investigue se a Polícia Civil está atrapalhando a vida dos bandidos que controlam cerca de 1.500 favelas no Rio de Janeiro. Parece razoável o ministro estar preocupado com a vida dos traficantes em plena época de pandemia, pois eles não podem entrar na lista dos milhares de pais de família que perderam seu sustento com as medidas de restrição à liberdade impostas por governadores e prefeitos com a chancela do tribunal supremo.

Enquanto assistimos atônitos a avalanche de notícias escandalosas que estão cada dia mais comuns por esse país, o presidente do PTB , Roberto Jefferson, e o deputado Daniel Silveira, do mesmo partido, continuam presos por dizerem algumas verdades sobre os “honrados” ministros. Para quem o STF trabalha? Por que toda essa sanha em instigar ainda mais o ódio da vasta maioria da população contra si próprios, aviltando e sabotando o próprio Estado de Direito no Brasil? Parece muito claro que ninguém compra briga com um país inteiro sem ter um bom motivo.

E para completar o show de horrores, só mesmo assistindo a entrevista do deputado federal Fausto Pinatto, de São Paulo, a uma emissora chinesa, em que ele afirma que a China está sendo vítima de fake news por parte da extrema direita que, segundo ele “difama a questão vacinas, do 5G e do comunismo”. O office-boy chinês faz questão de puxar o saco dos seus patrões mostrando que está cumprindo seu dever de defender os interesses comunistas no Brasil.

Se nada for feito em tempo de salvar o país, muito em breve o presidente não terá uma voz sequer para lutar pelos ideais que o levaram ao poder. Seus companheiros estarão todos amordaçados ou presos.

Fonte:

Patrícia Castro é esposa, mãe, e jornalista.
Telegram: t.me/apatriciacastro
Instagram: @acastropatricia

*

A mídia independente é importante demais para não ser atacada pelas grandes redes de comunicação servas do establishment. Foi denunciando a aliança criminosa entre a grande imprensa e as elites políticas , bem como promovendo uma mudança cultural de larga escala, que o jornalismo independente afirmou sua importância no Brasil.
Mídia Sem Máscara, fundado por Olavo de Carvalho em 2002, foi o veículo pioneiro nesse enfrentamento, e nosso trabalho está só começando.
Contribua, pois é estratégico que nosso conteúdo seja sempre gratuito: https://apoia.se/midiasemmascara
Mostrar mais

info24

Baixe nosso aplicativo para seu celular ANDROID e receba todas notícias diariamente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios