Esportes

Analise: Corinthians avança nos pênaltis e vê em Love uma nova esperança

Cassio e Vagner Love são os nomes do jogo

Jogando na Argentina pela primeira fase da Copa Sul-Americana, o Corinthians conseguiu avançar eliminando o Racing. Depois de dois empates em 1 x 1, o Timão precisou passar pela disputa de pênaltis para se classificar.

A primeira etapa da partida se resumiu em: ver o Racing com a bola e o Corinthians a espera de um contra-ataque. Mostrando cautela, o Corinthians soube se defender, mas encontrou dificuldades para mostrar algum poderio ofensivo, já que não conseguia trocar muitos passes pelo meio de campo. A tática de se recuar quase deu certo no primeiro tempo, mas no fim da etapa inicial, Cristaldo abriu o placar para os argentinos.

Precisando correr atrás do placar na segunda etapa, Carille trocou Clayson por Vagner Love. A mudança fez efeito. Love deu um gás a mais para seu time. Tanto que aos 5 minutos do segundo tempo ele empatou, com um belo voleio, para o Corinthians. No decorrer da etapa final o Corinthians conseguiu criar mais chances. A defesa argentina estava exposta. Eles começaram a se arriscar mais no ataque. Com isso, algumas boas chances foram criadas e o goleiro argentino fez boas defesas.

Com o placar empatado, a partida foi para os pênaltis. E aí a estrela de Cassio brilhou. Ele conseguiu defender duas cobranças e garantiu a classificação corintiana por 5 x 4. Um acontecimento especial em uma data especial. Essa foi a partida que ele se tornou o segundo goleiro com mais jogos na história do Timão.

Opinião

Não dá para culpar o Carille por vermos um Corinthians retranqueiro. Ele sabe das limitações de seu elenco. E ele sabe que, melhor que jogar bonito, é ir longe em cada competição que participar. No entanto, agora já se pode confiar mais em Vagner Love. O atacante, que chegou sofrendo uma certa desconfiança, fez seu primeiro gol nessa passagem pelo Alvinegro. Além de desencantar, foi em uma ocasião importante. Isso pode ser importante para Carille poder dar um voto maior de confiança em Love e até mesmo mudar (não muito) o estilo de jogo de seu time. Não devemos esperar um Corinthians que sairá todo aberto pressionando os adversários, mas pode ser que agora os contra-ataques fiquem mais letais.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios