Geral

Aos 74 anos, morre Olavo de Carvalho, maior filósofo brasileiro

Ele nasceu em 1947, em Campinas, no interior paulista. Ao longo de sua carreira, publicou mais de 30 obras, entre livros e ensaios, sendo considerado o principal expoente do conservadorismo no Brasil

Nota de falecimento da família do professor Olavo.

Olavo Luiz Pimentel de Carvalho (1947-2022)

Com grande pesar, a família do professor Olavo de Carvalho comunica a notícia de sua morte na noite de 24 de janeiro (2022), na região de Richmond, na Virgínia, onde se encontrava hospitalizado.

Na nota oficial assinada e divulgada à imprensa, o Dr. Ahmed Youssif El Tassa afirma que o professor Olavo de Carvalho faleceu devido a “insuficiência respiratória aguda causada por um quadro de enfisema pulmonar associado à insuficiência cardíaca congestiva, à pneumonia bacteriana e a uma infecção generalizada (septicemia) causada pela bactéria Staphylococcus aureus resistente à meticilina”.

Ainda segundo a declaração do médico, estas condições resultaram em “eventos tromboembólicos generalizados por coagulação intravascular disseminada (CIVD) em múltiplos órgãos”. A nota oficial do Dr. Ahmed Youssif El Tassa pode ser lida neste link,

Este era o Olavo de Carvalho.

“Mil vezes na vida eu passei pela situação onde eu perdia tudo, não sobrava nada, nada, nada. E sobrava somente uma coisa: sobrava Deus, sobrava esperança do perdão dos meus pecados e esperança na vida eterna. É só isso que eu tinha. E é só isso que eu tenho. Eu não tenho mais nada. Eu posso morrer agora mesmo e não estou nem ligando. Eu só quero uma coisa: eu quero que Deus me perdoe os meus pecados e me leve para perto d’Ele. É só isso que eu quero.

O resto não existe. O resto tudo vai passar, não é isso? Tem gente que nasce sabendo, que entende isso por sabedoria infusa. Tem outros que só aprendem na base do sofrimento, que foi o meu caso. Então, a gente vê as pessoas nesse erro, nesse caos e fica com dó. Não fico com raiva desses caras, eu fico com dó porque eu sei o que vai acontecer com eles. Eu sei que eles se vão desfazer em pó. E a gente não quer que isso aconteça para ninguém, nem pro pior inimigo.

Então é isso: a gente tem que agir sempre com o coração na mão. E só quem experimentou o sofrimento profundo, a perda de tudo, às vezes entende isso. A não ser que você nasça santo, o que não é o meu caso.

A minha vida foi uma sequência de erros medonhos. Mas eu fazia os erros e a resposta vinha, às vezes, triplicada, dez vezes pior. Então, nós não temos controle nenhum na nossa vida. A nossa vida só tem um sentido: nós estamos todos indo para a morte e para o confronto com Deus. Este é o ponto. É só isso que vai acontecer. O resto não vai acontecer. O resto é ilusão. Mas isto é fatal que aconteça. Então, quando chegar lá…o que eu quero é chegar lá e mostrar a minha santidade? – “olha Deus, como eu sou lindo”. Que nada! Eu estou chegando aqui todo sujo, todo arrebentado. Eu vi um filme, uma sequência de um filme maravilhoso. O cara pastor vai entrevistar, falar com um moribundo no hospital. Ele pergunta ao moribundo – “Você se arrepende de alguma coisa?”. Ele diz: “De tudo!”

Essa é que é a verdade. Eu só tenho porcaria, miséria, vergonha, fracasso. É só isso que eu tenho. Agora, tenho uma coisa que os outros não têm: a gente tem Jesus. E Ele vai nos tirar do buraco. É isso que nós devemos transmitir.”

Olavo de Carvalho

Tirei da página do Silas Feitosa, mas eu mesma já ouvi o professor dizendo essas palavras.

O presidente Jair Bolsonaro editou na tarde desta terça-feira (25/Jan) o Decreto No 10.945 declarando luto oficial no Brasil por um dia pelo falecimento do professor Olavo de Carvalho. O decreto foi publicado no Diário Oficial da União e um print da publicação foi divulgado na rede social do Presidente da República, como pode ser visto neste link aqui.

Mostrar mais

info24

Baixe nosso aplicativo para seu celular ANDROID e receba todas notícias diariamente.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios