Geral

Corpo de Michael Jackson pode ser exumado após novos relatos de abuso sexual

11 pessoas alegam terem sofrido abusos do Rei do Pop

O documentário ‘Leaving Neverland’, transmitido pela HBO nesta semana nos Estados Unidos vem causando polêmica. No documentário duas pessoas relatam que sofreram abusos sexuais de Michael Jackson na infância. Após a exibição do documentário, 11 novas pessoas disseram que também foram abusadas por ele.

Segundo o site, Radar Online, os acusadores acreditam que as amostras de DNA irão provar os abusos cometidos contra crianças, pré-adolescentes, e deficientes. “Há pelo menos 11 novas vítimas que alegam terem sido molestadas e até mesmo estupradas por Jackson quando tinham entre sete e 14 anos – e a lista está crescendo”, disse uma fonte ao site americano.7

A primeira parte do documentário possui quatro horas. Nele, os ex-amigos infantis de Jackson, Wade Robson e James Safechuck, deram detalhes de como Michael os preparou para serem abusados para depois poder fazer o mesmo com outros meninos.

A família de Michael Jackson entrou em ação judicial contra a emissora. Em entrevista, o primo de Michael, Keith Jackson, disse que Michael é a vítima da história. “Michael amava as crianças, ele amava seus próprios filhos e amava as crianças em geral. É uma pena que ele tenha ido e a família tenha que defendê-lo agora. Michael doou milhões de dólares para tentar ajudar pessoas, salvar vidas de crianças e ajudar pacientes com câncer. Mas ao invés de Hollywood fazer algo positivo, eles, mais uma vez, tiveram que fazer um filme completamente depreciativo e ofensivo. Eu realmente acredito que a verdade se revelará”.

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios