Política

Equipe de Bolsonaro é atacada por militantes do PCO e do MST na Bahia

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles pôde ver de perto toda violência dos movimentos de Extrema Esquerda

E ontem (27), o ministro do Meio Ambiente – Ricardo Salles, presenciou toda violência do PCO (Partido da Causa Operária) e do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), vivendo momentos de tensão em sua ida ao Parque Nacional do Pau Brasil em Porto Seguro, no Sul da Bahia.

O Ministro não saiu ferido. Em sua conta do twitter publicou algumas fotos deste caso vergonhoso.

Cerca de 200 extremistas compostos por membros do MST, PCO, integrantes de movimentos indígenas e sindicatos foram protestar contra Salles na “cerimônia do Parque Nacional do Pau Brasil.

Em uma gravação postada no Instagram, segundo o Estadão, os extremistas batem no carro em que Salles estava. Um deles exibe adesivo com a inscrição “Fora Bolsonaro e todos os golpistas” colado no peito.

Infelizmente essa atitude não surpreende. A truculência e violência destes movimentos, mostra a mentalidade revolucionária de seus integrantes e a falta de apreço pela Democracia.No mês passado, o PCO se envolveu em atos de violência também, onde um de seus militantes chegou a quebrar o braço da ativista e Youtuber Tatiana Alvarez, que realizava um ato pacífico em frente ao prédio da UNE. O Comunista, covardemente golpeou Tatiana com uma haste de bandeira.

Mostrar mais

Adriano Barros

"Liberal Conservador", graduado em Administração de Empresas, possui extensão em Relações Internacionais e Planejamento Estratégico orientado ao setor público. Apaixonado por Filosofia, História, Música e Literatura. "Si hortum in biblioteca habes deerit nihil".

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios