Polícia

Grupo confessa ter matado morador de rua em discussão sobre religião em Catanduva, SP

Crime ocorreu na noite de sábado para domingo, em Catanduva. Quatro foram presos e um está foragido.

Quatro suspeitos de matar um morador de rua de 36 anos na noite de sábado, 25, no bairro Vila Jorge, em Catanduva, SP, confessaram o crime à polícia e disseram que a confusão teve início devido a uma discussão religiosa.

Segundo a Polícia Civil, duas mulheres e dois homens foram identificados por meio de câmeras de segurança. Eles foram flagrados carregando a vítima.

O corpo de Ronildo Gonzaga da Silva foi encontrado embaixo de uma árvore com sinais de espancamento e com uma camiseta enrolada no pescoço, na rua Ribeirão Preto.

O grupo é conhecido na região e que já presenciou várias confusões em uma casa abandonada invadida por eles.

Eles teriam saído de uma casa com o corpo e deixado em uma calçada, ao lado da mochila da vítima. Tatiane Cristina Moreira, de 33 anos, Aline de Aquino, 30, Tales Aparecido Marconi, de 26, e Claudio Luis Amorin dos Santos, de 38 anos, foram presos em flagrante.

Ainda segundo a polícia, eles estavam em um albergue para moradores de rua na mesma região. Em depoimento à polícia, os quatro confessaram o crime e afirmaram que a vítima foi estrangulada, além de ter sofrido golpes com pedaço de madeira.

Um quinto suspeito ainda não foi identificado. O grupo teria ingerido bebida alcoólica antes do crime.

 

Fonte: G1

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios