Automobilismo

Imprevistos na Etapa Maratona do Dakar prejudicam pilotos brasileiros

Choque com pedra provoca furos em duas das quatro rodas do UTV de Varela e Gugelmin, que caem para quarto no geral; Baumgart e Cincea seguem firmes na tabela em sexto, à frente de Roldan.

Começou nesta quinta-feira o maior desafio do Rally Dakar aos competidores na edição de 2019, que vem acontecendo no Peru: a etapa Maratona. Da largada desta manhã até a chegada da próxima etapa, na sexta-feira, os competidores não poderão contar com nenhuma ajuda externa – a rigidez é tanta que se você tocar ou segurar qualquer equipamento do competidor, a competição pode punir ou até excluir o inscrito.

Cristian Baumgart/Beco Andreotti (Marcelo Machado de Melo/photosdakar.com)

Melhores brasileiros até o momento, Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin sofreram com furos de duas das quatro rodas de seu UTV ao mesmo tempo após chocarem com uma pedra. Isso fez com que a dupla, que chegou a liderar durante o dia, caísse para quarto na etapa – mesma posição que agora ocupam no geral, atrás do novo líder Sergey Karyakin, da Rússia, do espanhol Gerard Farrez e do chileno Moreno Piazzoli.

Marcos Baumgart/Kleber Cincea (Marcelo Machado de Melo/photosdakar.com)

Entre os outros brasileiros que já completaram a prova nos UTVs, Marcos Baumgart/Kleber Cincea segue firme em sexto no geral, após serem sétimo no estágio do dia, logo à frente de Cristian Baumgart/Beco Andreotti, que ocupam o 11º posto no geral. Lourival Roldan, parceiro do português Miguel Jordão, também segue na competição de forma consistente em sétimo.

Com as duas homocinéticas quebradas no estágio do dia anterior, Bruno Varela e Maykel Justo passaram a noite em claro consertando o carro e partiram sem descanso para o trecho desta quinta. Até as 20h30 de Brasília, eles haviam completado mais da metade dos 664 quilômetros do dia, sendo 352 de especial, rumo a Tacna.

Nas Motos, que têm a chegada em outra cidade, Moquegua, junto com os quadriciclos, Lincoln Berrocal completou a especial em 107º e ocupa a mesma posição no geral, liderado pelo norte-americano Ricky Brabec. Já Marcos Colvero não completou a especial de hoje e não consta da lista dos que largaram na etapa Maratona.

Nesta sexta, a segunda perna da Etapa Maratona marca o retorno dos competidores a Arequipa. Serão 776 km (345 km de especial) para as motos e 714 km (452 km de especial) para carros, UTVs e caminhões.

Resultado do dia UTVs:

1. S. Kariakin/A. Vlasiuk (RUS/BSP), 4h23min59s
2. M. Piazzoli/J. Diaz (CHI/Can-Am), a 14min26s
3. G. Farres Guell/ D. Carreras (ESP/Can-Am), a 16min08s
4. R. Varela/G.Gugelmin (BRA/Can-Am), a 26min11s
5. I. Casale/ A. Aliaga (CHI/Yamaha), a 33min10s
6. M. Jordão/L. Roldan (POR/BRA/Can-Am), a 43min15s
7. M. Baumgart/K. Cincea (BRA/Can-Am), a 45min14s
8. C. Baumgart/B. Andreotti (BRA/Can-Am), a 51min05s
Ainda no percurso: B. Varela/M. Justo (BRA/Can-Am)

Classificação geral UTVs:

1. S. Kariakin/A. Vlasiuk (RUS/BSP), 14h32min33s
2. G. Farres Guell/ D. Carreras (ESP/Can-Am), a 11min26s
3. M. Piazzoli/J. Diaz (CHI/Can-Am), a 30min00s
4. R. Varela/G.Gugelmin (BRA/Can-Am), a 30min00s
5. F. Contardo/A. Quintanilla (CHI/Can-Am), 1h08min48s
6. M. Baumgart/K. Cincea (BRA/Can-Am), a 1h12min13s
7. M. Jordão/L. Roldan (POR/BRA/Can-Am), a 1h28min51s
11. C. Baumgart/B. Andreotti (BRA/Can-Am), a 51min05s

Mais informações e entrevistas com os competidores serão divulgadas ao vivo assim que os competidores vão chegando nas páginas oficiais do Brasil no Dakar no Facebook (www.facebook.com/brasilnodakar) e Instagram (www.instagram.com/brasilnodakar2019).

Confira em detalhes o percurso do Dakar:

Dia 5: 11 de janeiro (sexta-feira)

Etapa Maratona
Moquegua -> (motos e caminhões)
Tagna -> Arequipa (carros, UTVs e caminhões)
Distância total: 776 km (motos e quadris); 714 km (carros, UTVs e caminhões)
Trecho especial: 345 km (motos e quadris); 452 km (carros, UTVs e caminhões)

Dia 6: 12 de janeiro (sábado)
Dia de descanso em Arequipa

Dia 7: 13 de janeiro (domingo)
Arequipa -> San Juan de Marcona
Distância total: 839 km (motos e quadris); 810 km (carros, UTVs e caminhões)
Trecho especial: 317 km (motos e quadris); 291 km (carros, UTVs e caminhões)

Dia 8: 14 de janeiro (segunda-feira)
San Juan de Marcona
Distância total: 387 km
Trecho especial: 323 km

Dia 9: 15 de janeiro (terça-feira)
San Juan de Marcona -> Pisco
Distância total: 576 km
Trecho especial: 361 km

Dia 10: 16 de janeiro (quarta-feira)
Pisco
Distância total: 410 km (408 km para os caminhões)
Trecho especial: 313 km (311 km para os caminhões)

Dia 11: 17 de janeiro (quinta-feira)
Pisco -> Lima
Distância total: 358 km
Trecho especial 112 km

Montante percorrido
Motos e quadris
Distância total: 5.541 km
Trechos especiais: 2.889 km

Carros e UTVs
Distância total: 5.603 km
Trechos especiais: 2.961 km

Caminhões
Distância total: 5.601 km
Trechos especiais: 2.959 km

Brasil No Dakar 2019
Vipcomm Assessoria de Imprensa
Mais informações: ricardo.ribeiro@vipcomm.com.br
Contato durante o Dakar (somente via WhatsApp): +5511 98201-4100

Mostrar mais

info24

Baixe nosso aplicativo para seu celular ANDROID e receba todas notícias diariamente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios