Política

PF convoca para depor candidata acusada de ser laranja do PSL

A Polícia Federal (PF) quer ouvir o depoimento de uma candidata a deputada federal acusada de ter sido usada como laranja pelo Partido Social Liberal (PSL).

O grupo do atual presidente do PSL, Luciano Bivar, foi acusado pelo jornal Folha de S. Paulo de criar uma candidata laranja em Pernambuco que recebeu do partido R$ 400 mil de dinheiro público na eleição de 2018.

Bivar negou ter sido consultado sobre o repasse e afirmou que Maria de Lourdes Paixão não foi utilizada como laranja pelo partido. Apesar de ter recebido a terceira maior fatia nacional da verba do PSL, ela obteve apenas 274 votos.

O depoimento de Maria de Lourdes na superintendência da PF no Recife está marcado para às 11h desta quinta-feira (14).

Ela será ouvida na PF em um procedimento chamado Registro Especial, que é um mecanismo formal para obter informações antes mesmo da abertura do inquérito policial.

A Procuradoria Regional Eleitoral em Pernambuco informou que o caso está sendo analisado, registra a Folha.

Fonte: Renovamídia

Mostrar mais

Adriano de Oliveira Barros

"Liberal Conservador", graduado em Administração de Empresas, possui extensão em Relações Internacionais e Planejamento Estratégico orientado ao setor público. Apaixonado por Filosofia, História, Música e Literatura. "Si hortum in biblioteca habes deerit nihil".

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios