Política

PHD em Economia defende escolha de Prefeitos e Vereadores com pautas ligadas ao funcionamento normal da Economia

Em época de eleição a história sempre se repete: candidatos prometem de tudo para conquistar sua confiança e seu voto, são só sorrisos e tapinhas nas costas, mas, depois de eleitos, esquecem com facilidade de tudo o que prometeram.

Se você não quer cair na mesma cilada esse ano, saiba que a internet pode ser uma grande aliada para auxiliar na escolha dos postulantes ao executivo e legislativo municipal:
Faça uma retrospectiva sobre as ações e posicionamentos dos candidatos da sua cidade sobre temas como o lockdown, liberdade individual e sobre a abertura do comércio de sua cidade para a manutenção de empregos.

Se o seu candidato defendeu medidas totalitárias como prisão e multa para pessoas que circulavam nas ruas e precisavam trabalhar, interdição e violação da propriedade privada, como aconteceu na cidade de São Paulo, onde portas de estabelecimentos comerciais foram soldadas, pule fora, caso contrário você elegerá um proto-ditador, que esperará ansiosamente por uma nova “crise” para por suas manguinhas de fora e utilizar o poder público para te oprimir.

Emanoel Barros, Professor da UFPE (Universidade Federal de Pernambuco), PHD em Economia pela Universidade de Sorbonne – Paris – e Analista de Políticas Públicas, traz uma postagem interessantíssima em seu Facebook, onde aborda o tema da economia e faz observações valiosas, a fim de que você, eleitor, não seja cooptado por promessas vazias de políticos.


Segue o post na íntegra:

Para aqueles que desejam acompanhar as postagens do professor Emanoel Barros, segue o link de suas redes sociais:

Twitter: @emanoel_barros
Parler: @emanoelbarros
facebook: emanoel.barros1

Mostrar mais

Adriano Barros

"Liberal Conservador", graduado em Administração de Empresas, possui extensão em Relações Internacionais e Planejamento Estratégico orientado ao setor público. Apaixonado por Filosofia, História, Música e Literatura. "Si hortum in biblioteca habes deerit nihil".

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios