Saúde

Secretaria de Saúde investiga morte por dengue em Mogi Mirim

O homem se encaixa no grupo de risco da dengue, formado por crianças com idade inferior a cinco anos ou pessoas acima de 60 anos

A Vigilância em Saúde investiga uma morte por suspeita de dengue, registrada em um homem de 93 anos, morador do bairro Santa Luzia, zona Norte. Amostras de sangue serão encaminhadas para o Instituto Adolf Lutz, laboratório de referência no Estado de São Paulo, e responsável por exames específicos para diagnóstico da doença.

O homem se encaixa no grupo de risco da dengue, formado por crianças com idade inferior a cinco anos ou pessoas acima de 60 anos. O óbito investigado vem justamente da zona Norte, região que concentra o maior número de casos positivos da doença neste início de 2020.

Balanço divulgado nesta segunda-feira (27) pela Vigilância em Saúde aponta 117 casos positivos, nove a mais do que o balanço da última quinta-feira (23), de 108. O número de notificações também aumentou, passando de 485 para 519.

Somente na zona Norte são 88 casos, frente 11 na zona Oeste, nove na zona Leste, quatro na região central, três na zona rural e outros dois na zona Sul. São 66 casos em mulheres e 51 em homens.

A faixa etária de 16 a 59 anos lidera a incidência da dengue, somando 83 casos. Outros 21 foram registrados em pessoas acima de 60 anos, 11 de seis a 15 anos e dois casos em bebês e crianças de 0 a 5 a anos.

Fonte: Prefeitura de Mogi Mirim

Etiquetas
Mostrar mais

info24

Baixe nosso aplicativo para seu celular ANDROID e receba todas notícias diariamente.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar
Fechar

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios