Política

Temer vira réu por corrupção envolvendo a JBS

Ele está envolvido no processo que ficou conhecido como "caso da mala"

O ex-presidente Michel Temer virou réu em processo por corrupção envolvendo a JBS. O processo é conhecido como o “caso da mala”, envolvendo o ex-deputado federal Rodrigo Rocha Loures, assessor de Temer à época.

Segundo a Procuradoria da República no Distrito Federal, Loures teria recebido uma mala de R$ 500 mil reais para beneficiar a JBS no âmbito Executivo Federal.

Um vídeo registrou a ação, quando Loures recebe a mala em um restaurante em São Paulo.

A defesa de Temer diz que a denúncia é “desprovida de qualquer fundamento”. “A denúncia que imputa a prática de crime ao presidente Temer pelos fatos relacionados ao recebimento de mala contendo dinheiro pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures é a primeira acusação formulada pelo ex-Procurador-Geral da República, depois da deflagração, em maio de 2017, da sórdida operação com a qual se pretendeu depor o então presidente da República. Como tudo que nasceu daquela operação ilegal e imoral, essa imputação também é desprovida de qualquer fundamento, constituindo aventura acusatória que haverá de ter vida curta, pois, repita-se, não tem amparo em prova lícita nem na lógica”, diz o advogado.

 

Fonte: Agência Brasil EBC

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios